Confira a importância do rádio no Brasil

Um dos meios de comunicação mais abrangentes e antigos em todo o mundo, o rádio no Brasil sempre foi um meio muito popular. E ele continua relevante até os dias de hoje, mesmo em um cenário de crescimento das mídias digitais. Desde a primeira transmissão dessa mídia no Brasil, em 1923, o rádio se manteve dentre as principais fontes de informação, ao lado da TV aberta.

De acordo com dados do Book de Rádio elaborado pelo Kantar Ibope, mais de 86% da população brasileira é ouvinte de programação radiofônica. E as inserções publicitários no meio ultrapassaram a marca de 3 milhões. Ao todo, foram mais de 1 milhão de horas de publicidade no rádio.

Quer saber mais sobre esse meio, bem como os motivos pelos quais ele continua atraindo tantos ouvintes e investimentos? Basta continuar a leitura!

Números do rádio no Brasil

De acordo com a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT), o rádio no Brasil está presente em 88,1% dos domicílios. São mais de 9 mil emissoras em funcionamento e mais de 200 milhões de aparelhos convencionais no país.

Nos automóveis, existem 23,9 milhões de receptores e o acesso a partir de aparelhos celulares somam mais de 90 milhões. O rádio alcança nada menos do que 52 milhões de brasileiros e, desse montante, 89% dos ouvintes estão nas capitais e em suas regiões metropolitanas.

E ele é um meio em constante evolução e crescimento. De 2016 para 2017, por exemplo, enquanto todos os 10 meios de comunicação analisados cresceram, juntos, 2%, o rádio, sozinho, teve um aumento de 17%. Dessa forma, vale a pena entender os motivos por trás desses números tão significativos.

Por que o rádio no Brasil é tão presente e apreciado pelo público?

Existem diversas razões pelas quais o brasileiro ouve rádio diariamente. Confira, a seguir, dois dos principais!

Um veículo democrático

Um dos principais atrativos do rádio no Brasil é a facilidade de acesso. Seja no aparelho, no celular, no carro ou até na internet, é possível estar sempre informado e aproveitar novidades também no mundo da música.

Além disso, é mais fácil desempenhar atividades enquanto se consome o conteúdo, seja por meio de fones de ouvidos ou mesmo por meio de som ambiente. Com o rádio, é possível realizar tarefas como treinar na academia ou aplacar o tédio em dias de trânsito difícil.

O rádio no Brasil é confiável

Ainda de acordo com o relatório elaborado pelo Kantar Ibope, 83% dos entrevistados consideram a transmissão de notícias do rádio positiva por ser fácil de entender. A mesma pesquisa revelou que 74% dos entrevistados consideram as informações oferecidas pelo rádio confiáveis.

E você, o que acha sobre as perspectivas do rádio no Brasil? E para ficar sempre por dentro das novidades e atualizações sobre o mercado de mídia, basta acompanhar o site e as redes sociais da Publiset!

Deixe uma resposta