Resultados impressos, realidade física!

O futuro digital é um fato, mas o marketing não pode pensar apenas em pixels, conexões Wi-Fi e algoritmos. Por mais virtual que o mundo esteja, os impressos ainda têm seu lugar e respondem muito bem aos investimentos recebidos. A materialização das ideias, o contato físico com a mídia e a possibilidade de uma experiência sensorial com a informação agradam bastante às pessoas e não devem ser deixados de lado na hora de dialogar e se relacionar com os públicos.

Em nosso blog, nós sempre gostamos de apresentar argumentos, para justificar o porque somos tão fãs, e defensores desses veículos, que continuam apresentando resultados…

Integração é o canal

O chamado “mundo virtual” está cada vez mais próximo do “mundo real”. Vivemos num contexto híbrido, em que as características e realidades se misturam a todo momento, inclusive na hora de estruturar ações de marketing, ao avaliarmos bem o comportamento dos públicos em geral e sua interação com equipamentos e recursos tecnológicos, podemos afirmar que, cada vez mais, é quase impossível desvincular uma coisa da outra.

O que é publicado em um jornal ou revista impressa está ligado ao comercial que está circulando na TV, que, por sua vez, leva o usuário ao site da empresa, e assim por diante. Um outro exemplo: ao ver anúncios em jornais e revistas que contêm um QR Code para você acessar os detalhes via smartphone, sua experiência é virtual ou está no “mundo real”? Difícil definir.

Nesse caso, para construir um plano de marketing completo, efetivo e estratégico, a melhor opção é a integração de propostas online e offline no intuito de conectar-se com a linguagem e os hábitos dos clientes e ainda cobrir todos os possíveis pontos de contato com eles.

Diferenciais da Publicidade impressa

Veja alguns diferenciais que os anúncios em jornais e revistas possuem, e provam ser ótimas ferramentas para a reputação e para os negócios das empresas:

  • atende ao perfil de cliente cinestésico, que gosta de manusear o material de leitura;
  • favorece a lembrança de marca, pois é algo que ele pode guardar ou mesmo deixar acessível nos ambientes em que frequenta;
  • possibilidade de aprofundamento do conteúdo do anúncio;
  • associação às marcas dos veículos, o que garante respaldo e credibilidade;
  • contato direto com formadores de opinião do seu setor econômico.

Credibilidade em números   

Um grande diferencial a ser levado em conta é o fator credibilidade. Pesquisas mostram que o Jornal impresso é o veículo de comunicação mais confiável para 58% dos brasileiros. No tópico confiança na propaganda veiculada em diferentes meios, os jornais impressos contam com 47% de credibilidade, ou seja, credibilidade estendida.

Outro número bastante favorável é o de pessoas que afirmam que ler em papel é mais agradável que ler em uma tela, total de 80%.

Fonte: Pesquisa Brasileira de Mídia 2015 – Ibope para SECOM

Desafios de chamar a atenção

Assim como na TV, no rádio ou outros veículos, o grande desafio da publicidade impressa é despertar a atenção do consumidor, conseguir seu engajamento e, consequentemente, gerar crescimento institucional e mercadológico.

Por isso, é fundamental investir nos formatos mais estratégicos, considerando o propósito, a circulação e as características específicas dos jornais e das revistas. As publicações e os anúncios em jornais e revistas envolvem um fluxo de criação e veiculação mais complexo que os materiais online, além das linguagens específicas de cada mídia.

E nisso a Publiset, pode, e vai te ajudar… temos relacionamentos nos melhores grupos de comunicação do país, com a gente você vê nos resultados impressos na sua mão!

Esse é nosso jogo, essa é nossa estratégia. Na hora de decisão, vá no certo!

Publicidade é nosso DNA.

Deixe uma resposta

A Publiset facilita a veiculação, o planejamento estratégico e a performance de mídia offline, tudo isso em um lugar só. Assine as newsletter semanais e fique por dentro de todas novidades.