A TV continua sendo a mídia mais eficiente?

O crescimento e presença das plataformas digitais em praticamente todos os lugares, causou uma migração dos anunciantes para essas novas propostas. Mas será que essa é uma boa estratégia de comunicação?

Em estudos recentes tendo como base análise de dados reais de campanhas realizadas e seus resultados efetivos, constatou-se que a televisão é a mídia mais eficiente entre todas as demais para gerar vendasconquistar novos consumidores e fortalecer marcas. Inclusive considerando as mídias off-line e online.

A televisão permanece em primeiro lugar como o meio de comunicação mais popular.

 Analisando os maiores eventos esportivos transmitidos ao vivo pelo mundo validamos a importância da televisão. Uma inserção de 30 segundos durante um intervalo da final do SuperBowl, o campeonato de futebol americano, custa cerca de 5 milhões de dólares. Alguns podem perguntar: Mas será que vale o retorno?

A estimativa é de que cerca de 100 milhões de pessoas assistam a final. Então imagine esse investimento para uma dessas empresas gigantes em relação a exposição para esses 100 milhões de pessoas…

Trazendo para nosso universo brasileiro e pegando como exemplo o futebol, podemos falar da oportunidade atual que estamos vivendo com a copa do mundo de futebol feminino. Pela primeira vez, todos os jogos da seleção brasileira estão sendo transmitidos por grandes emissoras de TV no Brasil.

O torneio sediado na França está sendo valorizado, e deixou o amadorismo de lado, se tornado um interessante produto, com um diferencial competitivo, para o mercado publicitário, que já não fica indiferente ao crescimento de interesse de público.

Eficiência comprovada mais uma vez

 Em recente estudo encomendado e patrocinado pela Horizon Media e Turner, e incluindo categorias de alto investimento em mídia, como serviços financeiros, entretenimento, fast-food, eletrônicos, bens de consumo e varejo. A análise considerou fatores como o alcance de cobertura e volume de frequência no target, retorno sobre investimento (ROI) e alavancagem do produto/serviço anunciado e eficácia dos resultados alcançados, da seguinte maneira:

  • Vendas
  • Novos consumidores conquistados
  • Aumento da força da marca anunciada

Em um período de 7 anos (2010 a 2016) a TV alcançou de forma consistente cinco vezes mais o valor por dólar investido do que as mídias digitais. Mesmo que esse meio tenha conquistado enorme dimensão e sofisticação em suas plataformas tecnológicas.

Evolução em vista da TV brasileira

Segundo Hilton Madeira, diretor nacional de Marketing da Record, no caso da TV, os questionamentos e dúvidas em relação ao potencial do meio não fazem sentido, uma vez que são as atrações da televisão que geralmente figuram nos debates nas redes sociais por exemplo. Segundo ele, nos próximos anos a TV deve evoluir bastante do ponto de vista da tecnologia.

Ele faz referência a inúmeros projetos que estão sendo desenvolvidos pela SET – Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão, envolvendo modelos de multitelas, interatividade e as possibilidades de aprimorar a segmentação da TV, com uso de geolocalizadores. “A migração do analógico para o digital foi feita para fortalecer a TV, e não outras plataformas. Em breve vamos ter mudanças importantes”, conclui.

Quer anunciar nesse meio tão relevante e forte?

A Publiset pode, e quer te ajudar!m Temos excelente relacionamento com os maiores grupos de comunicação off-line do país, podemos juntos elaborar um plano de mídia campeão, pra você e seus clientes subirem cada vez mais na lista dos mais vendidos!

Na hora de decisão, vá no certo!

Publicidade é nosso DNA

#SOMOSPUBLISET

 

 

 

Deixe uma resposta